AO VIVO
Fechar
©2024. Rádio Progresso. Todos direitos reservados. Política de Privacidade.

Projeto Esgotamento Sobre Rodas avança via jardins filtrantes em Descanso

Por Rádio Progresso
Postado em 23 de fevereiro de 2024 às 00:15.25

Com terraplanagem concluída, a CASAN avança na construção da primeira unidade que vai atender exclusivamente o Projeto Esgotamento Sobre Rodas. Inovando no modelo de coleta e tratamento, a Companhia está implantando, em colaboração com a Prefeitura de Descanso, uma logística de recolhimento do lodo nas fossas das residências, levando esse material para tratamento.

Nessa nova sistemática, que dispensa o assentamento de redes coletoras de esgoto, a inovação em Descanso está também na forma de tratamento, que vai adotar uma solução baseada na natureza. Será usada a tecnologia de wetlands, também conhecida como jardins ou solos filtrantes.

Nas Unidades de Gerenciamento de Lodo (UGL) que começa a tomar forma em Descanso, a depuração será feita sem uso de produtos químicos e equipamentos eletromecânicos, usados para acelerar a depuração nas tradicionais Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs). Microorganismos que naturalmente se desenvolvem junto às raízes das plantas farão a depuração no sistema wetlands.

A estrutura receberá investimento de R$ 2,3 milhões e a primeira etapa de concretagem será iniciada nas próximas semanas.

Prioridade às características de Santa Catarina

Com o Projeto Esgotamento Sobre Rodas, a CASAN busca avançar na coleta e tratamento levando em conta a característica populacional da maioria dos municípios em que opera. Entre  194 cidades em que atua, 140 têm até 15 mil habitantes  ̶  um cenário de baixa densidade populacional, que torna inviável a implantação de longas redes e grandes Estações de Tratamento de Esgoto.

A estratégia é trabalhar em parceria com prefeituras e empresas de caminhão limpa-fossa para coleta do lodo e limpeza periódica das fossas. “É um projeto que tem potencial para ser adaptado à realidade de diversos outros municípios, atendendo a exigência da nova lei de saneamento para elevar a população beneficiada com esgotamento sanitário até 2033”, explica o engenheiro, Alexandre Trevisan, que integra as equipes envolvidas na implantação do Esgoto Sobre Rodas.

Fotos:
Fonte: Assessoria de Comunicação Social CASAN