AO VIVO
Fechar
©2024. Rádio Progresso. Todos direitos reservados. Política de Privacidade.

Após fortes chuvas, Santa Catarina tem menos de 60% das praias próprias para banho

Em Itajaí, todas as cinco praias foram consideradas impróprias

Por Rádio Progresso
Postado em 02 de dezembro de 2023 às 09:42.55

Após Santa Catarina ser atingida por mais uma onda de fortes chuvas, apenas 59,92% das praias do Estado foram consideradas próprias para banho pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA). A última análise de balneabilidade foi feita com base na semana de 27 de novembro a 1º de dezembro.

A pesquisa avaliou 237 pontos no litoral catarinense, dos quais 142 foram considerados próprios para banho. Há uma piora em relação à semana anterior, entre 20 a 24 de novembro, quando o Estado tinha 175 pontos adequados para banho — ou seja, 73,84% das amostras analisadas.

Em Florianópolis, dos 87 pontos de coleta, 59 estão adequados para banho, o que equivale a 67,82%. No total, 15 pontos na Capital se tornaram impróprios em relação à semana passada, incluindo trechos nas praias do Campeche, Brava e Morro das Pedras. As praias da Tapera, do Cacupé, das Palmeiras e da Saudade também têm pontos impróprios.

Como aproveitar o verão nas belezas naturais de Florianópolis

Na Grande Florianópolis, Palhoça perdeu quatro pontos próprios para banho, incluindo a Guarda do Embaú e a Praia do Sonho. Já no Litoral Norte, Itajaí teve as duas praias consideradas impróprias. No Litoral Sul, os dois pontos localizados no centro de Garopaba também foram considerados impróprios.

A piora na balneabilidade vem na esteira das fortes chuvas que atingiram o Estado nos últimos dias. O IMA alerta que a população não tome banho de mar nas primeiras 48 horas após a ocorrência de temporais. Também é recomendado evitar proximidades de saída de canais ou galerias de águas pluviais “pois as chuvas podem arrastar material contaminado, o que deteriora a qualidade das águas para banho”.

Como é feito o relatório de balneabilidade em SC

As amostras são coletadas nos seguintes municípios: Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

As coletas são feitas semanalmente (ou mensalmente, no período de abril a outubro), de segunda à quarta-feira, sendo recolhida uma amostra por ponto monitorado a 1 metro de profundidade, respeitando-se as condições de segurança do local.

Fotos:
Fonte: Mariana Barcellos - NSC